Sem surpresas


Um coração
Que se enche como um aterro sanitário
Um trabalho que te mata lentamente
Feridas que não cicatrizam.

Você parece
Tão cansado, infeliz.
Derrube o governo!
Eles não, eles não falam por nós.

Levarei uma vida tranqüila
Um punhado
De monóxido de carbono.

Sem alarmes nem surpresas,
Sem alarmes nem surpresas,
Silêncio! Silêncio!

Essa é minha dor fatigante final,
Meu último suspiro.

Sem alarmes nem surpresas,
Sem alarmes nem surpresas,
Por favor.

Uma casa tão linda!
Um jardim tão belo!

Sem alarmes nem surpresas (leve-me daqui)
Sem alarmes nem surpresas (leve-me daqui)
Se alarmes nem surpresas, por favor.

por Thomas Yorke (RadioHead)

2 comentários:

drica disse...

publiq um livro vai...!!!
auhauhauhaua
;**

Dimi disse...

Esse eh o vocalista da banda eh?
Thomas Yorke?
uhauhauhauhahuahuauhauh
Q coisa sem sintidu!
bzuz